65CAAE32-4043-4074-A8E8-09CB70C53286.jpe

Roma


Oi gentee, a minha viagem á Roma aconteceu em fevereiro de 2016. Nessa época ainda faz frio por volta de uns 11/15 ºC... É necessário todo o look inverno com a diferença que você consegue andar com o casaco aberto e meia calça fio 40 durante a tarde.

A língua oficial de Roma é italiano (o que estava me deixando louca... minha cabeça dói) mas é possível se comunicar bem com o inglês e o português também é encontrado em muitos lugares. O atendente da Diesel conversou em português comigo, a vendedora da Sephora também arriscou e o guia do Coliseu também parla português haha.

Aliás, achei Roma tão Brasil. Claro que na região que fiquei hospedada parecia mais um bairro chique de São Paulo mas falando da quantidade de brasileiros mesmo... Há muitos de nós lá. E vi muitas e muitas bandeiras do Brasil nas lojinhas de souvenirs por exemplo.

Para a hospedagem alugamos um apartamento básico no site da Airnb na região central que marquei com esse ponto em vermelho onde podemos ir á quase todos os lugares á pé, como restaurantes, lojas para compras, gelaterias, estação de trem e a bela Fonte de Trevi. Para ir ao Coliseu e Vaticano usamos o Uber.

O Coliseu era tudo o que eu imaginava... Belo, gigante e movimentado. Lá, a fila para entrar estava muito grande. Então optamos por pagar um guia que tinha um acesso especial e nos prometeu a entrada ser mais rápida, mas na verdade tivemos que esperar o grupo ter uma quantidade mínima de pessoas e ficamos ouvindo a história de Roma e com isso não foi uma boa idéia termos desembolsado um serviço "especial".

Essa aqui é a parte externa do Coliseu, onde qualquer pessoa tem acesso e assim que o carro vai chegando já é visto. Um bom momento para fotografar já que a beleza já começa do lado de fora.

Ja aqui é a parte interna que você entra depois de comprar os tickets vendidos em agências, sites e até mesmo na entrada. Os guias geralmente estão do lado de fora abordando turistas. Confira os preços dos tickets aqui.

Já um outro local que estava louca pra visitar é a Fonte de Trevi, em italiano Fontana di Trevi. Ele é um ponto muito famoso de Roma com belíssimas esculturas e aparece em vários filmes. No fundo do "poço dos desejos" é incalculável a quantidade de moedas jogadas por turistas depois de fazer um pedido. Acha que não fiz o meu? rsrs

Saindo um pouquinho do centro de Roma, fui até o Vaticano, a sede da igreja católica visitar o lar do Papa, dei um abraço nele e tomamos um chá.. Ráááá brincadeirinha haha.

Mais uma vez a fila estava enorme. Então resolvemos procurar um guia novamente mas dessa vez perguntando se nossa entrada seria imediata.

E sim, foi tudo muito rápido e ainda contávamos com fones de ouvido em português. Era só chegar em frente á uma escultura, digitar um número correspondente á ele e escutar o que se tratava em português no meu caso. Há em diversas outras línguas... Lembro que pagamos 45 euros por pessoa pra essa proeza. Salgadinho né? Mas se não fosse assim ficaríamos no mínimo umas 2 horas na fila, sem contar que começaria á chover em breve.

Na cidade do Vaticano há vários museus, esculturas á céu aberto, capelas e a famosa praça de Sã