Blog  Mala Pink

  • Fan Page facebook
  • Twitter Mala Pink
  • Google mais Mala Pink
  • Canal Mala Pink
  • Pinterest Mala Pink
  • Instagram Mala Pink

© 2016 por Fernanda Mala Pink | Orgulhosamente criado por Fernanda Mala Pink

EuroDisney

22/03/2018

 

 

Não tenha dúvidas que esse foi um dos lugares mais fantásticos em que já estive, por conta da perfeição do parque e de todo aquele encanto que brota na gente desde quando somos crianças. Na verdade eu fui uma criança que morria de vontade de ir pra Disney mas eu não acreditava que um dia iria de verdade (pelo menos na minha infância não). Eu sei que devemos sempre dizer: acredite nos seus sonhos! Mas sei lá, nas minhas condições de classe social soava como piada. Mas por incrível que pareça eu sabia que quando crescesse eu iria. Ai sim estaria nas minhas mãos poder realizar esse desejo. Nem que se eu tivesse que economizar 10 reais todo mês até conseguir ir, sei lá, com uns 90 anos haha. Brincadeirinha! A verdade é que não é impossível ir pra Disney, independente do seu bolso. Só é preciso dedicação e determinação. No meu caso, eu tive sorte porque eu ganhei a viagem de presente. 

 

 

Fui acompanhada de um americano que lá no fundo nem liga muito pra Disney (pelo menos demonstra isso). Ele olhava para os brinquedos e para o Mickey de uma forma tão natural que eu  mal conseguia fazer o mesmo. Tudo aquilo ali pra mim era um sonho (agora de gente grande) que se realizava. Acreditem que lembrei até dos artigos de revistas que estampavam na capa assim: Fulana leva a família para curtir as férias na Disney. E sentia aquela emoção de que um dia estaria lá, com minha família (ainda faço isso). Bem; antes de começar essa turnê inesquecível na Europa, já me enchi de felicidade quando soube que iria pra Paris. - Eu? Paris? Sério!? Yupiiii, é claro que eu vou ! - Mas teremos que ir para Namíbia, passar uns dias e aí voltamos para Paris, Jay disse pra mim. Gente, com um roteiro desses como eu poderia não estar mais feliz? 

 

 

Cheguei da África e fiquei hospedada em um apartamento próximo ao centro de Paris e em uma manhã nublada e friozinha acordei ansiosa por esse momento. Pegamos o trem e tivemos uma longa viagem que deu até pra cochilar. A cada parada nas estações eu pensava que tínhamos chegado mas não chegava nunca. Assim que chegamos, eu vi uma loja enorme e corri pra lá. Lá tinha tudooo dos personagens da Disney. Revistas, toalhas,, pôsteres, camisetas , bichinhos de pelúcia, doces e etc... eu foquei nas orelhinhas da Minnie inspirado nas fotos que eu via e em um guarda chuva do Mickey porque o tempo estava fechado e eu quis me precaver. Morro de ciúmes do meu guarda chuva até hoje hehe. 

 

 

Depois dessa loja, passamos pelo primeiro portão, onde fomos revistados. Não tinha fila porque fomos em junho, uma época razoável. Dentro do parque, vi o quanto tudo é lindo e grandioso. Estava chegando a hora de brincar... Havíamos comprado um ingresso que dá o direito de “furar” fila mas não havíamos percebido que há regras como certos horários permitidos e somente alguns brinquedos, então não deu pra aproveitar o privilegio (alegria de pobre dura pouco kk). Escolhi um brinquedo chamado Hollywood Tower e que aí sim tinha uma filinha comprida. Esperamos quase 1 hora até o momento de brincar. O brinquedo é uma espécie de hotel abandonado, onde você senta em um banco que vai subindo e de repente começam a contar uma história em 3D. As cadeiras vão subindo e parando em cada andar até que... booom! Despenca com tudo no escuro total e quando você pensa que acabou, sobe tudo de novo e você despenca várias vezes. Nunca gritei e ri tanto na minha vida kkkkk.  Depois disso, fotos! Muitas fotos mas até agora estou sem entender porque não tirei mais, haha. Coitado do Jay que naquele momento havia se tornado fotógrafo profissional. Antes de encarar outra fila para brincar, resolvemos ir comer na praça de alimentação que tem várias opções de fast food. Um paraíso pra quem não é nada fitness, eu! Escolhi uma mesa e fiquei esperando meu pedido por volta de uma hora também. Sinceramente galera, eu acho que na alta temporada deve ser terrível ir para lá. 

 

 

 

Comendo e vendo o tempo passar, encasquetei que queria ver o Mickey antes que fosse tarde demais. Anda daqui, anda dali, pedimos informações para um funcionário (que não entendia eu dizer Miquei porque se diz Miqui - olha a dica galera kkk) e ele disse que Miqui estava do outro lado do parque. Me desesperei! Corre J! Vamos perder o Mickey (vulgo Miqui). Quando chegamos no espaço, uma fila giganteeee cheia de pais e crianças e eu a única cavalona decidida a perder o dia inteiro pra ver o ratinho da calça vermelha. Constrangida? Nem um pouco! Acho que foram quase 2 horas de espera sentando até no chão até que chegou meu momento de dizer hello! (Na minha cabeça o pensamento: eu sempre quis te conhecer seu sem vergonha) kkk. A espera foi longa mas as fotos com ele foram rapidinhas mas eu não me arrependi. Era meu sonho! 

 

 

Depois disso, fui brincar mais um pouquinho. Caminhamos até o Phantom Manor, uma casa mal assombrada cheia de realidade. Chegamos lá por acaso para algumas fotos e de repente abriram a porta nos convidando a entrar. Sentamos em um carrinho e começamos um tour pelos cômodos da casa. Gente... é muito real. Adorei! 

 

 

 

Dali, outro marco importante: o desfile dos personagens... tenho a musiquinha até hoje na minha memória. Vi o Peter Pan, a Bela e a Fera, o Rei Leão e todos os demais, ai que nostalgia. Depois de tudo fomos comer mais, dessa vez em um restaurante relembrando o velho oeste americano. Cada coisa que eu vi, ouvi e senti eu imaginava minha filha ali comigo sabendo o quanto ela vai amar quando chegar o momento dela. Depois do lanche fomos para a outra parte do parque onde é mais dedicado ás crianças menores. Haviam rumores que a Minnie e a Margarida estavam entre os brinquedos mas não consegui encontra las. Andamos bastante, tiramos fotos e pra finalizar fizemos compras. Minhas dicas para quem vai no parque pela primeira vez é comprar ingressos por pelo menos 2 dias de visitação, tentar não ir em época de férias escolares e se hospedarem no hotel do próprio parque, assim dá pra aproveitar as atrações noturnas como queimas de fogos por exemplo. Quando o meu passeio acabou me deu até desânimo só de pensar que eu faria o percurso cansativo de volta á Paris depois de um dia cheio de caminhadas. Já cansada, claro que dormi e babei muito no ombro do Jay. Agora pretendo conhecer a Disney na Flórida, a queridinha dos brasileiros. Assim como a EuroDisney me mostrou: Sonhar nunca é demais! 

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Compre  nossos produtos

Você vai gostar de ver também

Please reload

Comente aqui

Quem faz o blog Mala Pink

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon
  • White Pinterest Icon
  • White Twitter Icon
  • White YouTube Icon